• Igreja Cristã

Alegria e Satisfação - Pra. Gabriella Carneiro


Em Exôdo 2, vemos a história de Moisés, que como todos sabem, foi criado na casa de Faraó e e tinha todos os privilégios que alguém poderia ter. Riqueza, roupas finas, poder, qualquer coisa. Ele tinha tudo!


Ele tentou ajudar um israelita e acabou fazendo justiça com suas próprias mãos. Então Deus teve que fazer uma obra de caráter dele. E muitas vezes quando precisamos de uma obra de caráter, vamos para um lugar que a bíblia chama de deserto.


Mas a gente precisa entender que quando passamos por uma situação muito difícil, não é com a intenção de nos machucar, é com a intenção de moldar o nosso caráter e nos ajudar a sermos o tipo de pessoa que Deus quer que sejamos, para que possamos finalmente ter aquilo que Ele quer que tenhamos!


Olhe para trás. Olhe como você era! Já foi doloroso sair do estado que estávamos para chegarmos até aqui. Mas por outro lado, temos mais alegria e paz agora do eu tínhamos na época passada. E quanto mais seguimos com Deus, melhor todas essas coisas vão ficando. Mas precisamos gastar tempo permitindo Deus lidar conosco, e não ficar com tanta pressa para conseguir tudo quando queremos e do jeito que queremos.

Frases como “Estou insatisfeito e descontente.” Ou “Eu quero agora.” Não irão nos ajudar.


Se mudarmos o nosso discurso para adorar ao Senhor e nos alegrarmos todos os dias, nossos dias serão mais leves. Precisamos ser contentes como forma de adoração ao Senhor. Então Moisés fugiu para o deserto e teve que criar uma nova vida para ele mesmo.


Ex. 2.21 E Moisés aceitou o convite e concordou alegremente também em morar na casa daquele homem; este lhe deu por esposa sua filha Zípora.


Ele teve uma grande mudança de estilo de vida. Precisou ver a vida de uma maneira que não conhecia! Um novo começo se iniciava ali. Ele teve uma completa mudança em seu estilo de vida e não era mais como costumava ser. Não fazia mais o que costumava fazer. Não tinha a mesma autoridade e privilégios que costumava ter.


E agora ele se encontra vivendo num deserto, e ainda assim a bíblia diz que ele estava contente. Aprender a sermos contentes independentemente de onde estivermos, não significa que não queremos mais nada. Precisamos querer conquistar sim! Mas não ficar cobiçando as coisas.



Você sabe o que é cobiçar? É quando você quer uma coisa que não consegue ser feliz sem aquilo. Quando você quer tanto aquela promoção no trabalho, que não consegue ser feliz sem ela.

Quando você está solteiro e quer tanto casar, que não consegue ficar feliz pelos seus outros amigos que se casam. – “Eu não posso ser feliz se não tiver filhos. Eu não posso ser feliz se não tiver isso ou aquilo.” Isso é um sinal claro de que não estamos prontos para aquilo que queremos.


Você precisa estar feliz onde está para conseguir chegar aonde quer.

Pv. 27.20 O mundo dos mortos e o abismo nunca se fartam, assim os olhos do homem nunca se satisfazem.


Muitas pessoas tem uma sede que não pode ser saciada, isso porque nunca se contentam com aquilo que tem. É uma maneira muito ruim de se sentir e de viver. Porque nunca estão contentes. Precisamos ser capazes de desfrutar onde nós estamos no caminho e para onde nós estamos indo.


E a cobiça faz exatamente isso conosco. Porém é algo que vem de dentro. Não é um fator externo que causa a cobiça, mas um fator exclusivamente interno, onde só nós e o Senhor sabemos. Porque ela brota no coração. É o desejo de ter algo de alguém. De ser como o outro. E esse sentimento, se for alimentado constantemente, pode levar a pessoa a ruína.


Porém, existem algumas coisas que podem transformar nossa maneira de viver e nos levar a um novo nível com o Senhor, nos fazendo pessoas alegres e satisfeitas.

Uma atitude humilde é uma das principais coisas que nos ajuda a ser contentes. Uma pessoa humilde é grata pelo que ela tem, porque entende que ela não merece nada que possa ter, se não fosse o Senhor na vida dela. Então é agradecida por tudo.

Porém uma pessoa orgulhosa sempre acha que merece mais, não importa o que tenha, ela tem que ter mais.


Os humildes encontram descanso para suas almas. Não ficam procurando algo de errado nas outras pessoas, e isso é uma das coisas que nos fazem ficar descontentes. Nunca ficamos felizes com nós mesmos, ou onde estamos. Queremos parecer diferente do que somos, ser alguém que não somos.

E alguns pontos que podem estar nos causando descontentamento em nossas vidas são:


Você quer ser alguém diferente?

Você está contente em ser que você é?

Você quer uma vida diferente? (Porque olha para a vida de outra pessoa e pensa - gostaria de ter a vida dela!)


Mas se você parar para pensar, talvez não queira trabalhar tão duro como o irmão trabalhou. Talvez você não queira viver numa vitrine onde todo mundo tem algo a dizer sobre tudo que você faz. Normalmente mais apontar do que elogiar!


Todos pagaram um preço para estarem onde estão hoje. Mas não adianta querer o que outra pessoa tem. Sabe por quê? Porque se Deus não te equipou para estar onde eles estão, ou não equipou você para ter o que eles têm. Então isso vai te destruir.


A responsabilidade de fazer o que eu estou fazendo ou fazer o que outra pessoa está fazendo pode te matar e te esmagar se você não for ungido para isso. Não queira ser outra pessoa. Não desperdice seu tempo tentando ter ou ser outra pessoa.

O problema é que buscamos que os homens nos deem o que nós queremos, mas só Deus pode nos dar o que precisamos.


Nós temos que tirar os olhos das pessoas e para de esperar que elas nos deem o que queremos e olhar para Deus. Uma das razões que ficamos desapontados e descontentes é porque nós colocamos nossa expectativa no lugar errado. A bíblia nos diz para esperarmos em Deus.


Em Lucas 15.11-14 nos conta a história do Filho pródigo.

Ele era filho mais novo de um homem rico, um proprietário de terras, um homem de riquezas, amado e com privilégios. Mas ele não estava satisfeito com o que tinha, e resolveu requerer o que era dele para buscar algo a mais lá fora. O descontentamento o fez sair do lugar que estava, onde ele tinha tudo que precisava, para buscar algo que nem ele mesmo sabia o que era.


Muitas vezes passamos por isso também! Temos tudo que precisamos, um lugar para crescermos espiritualmente, para nos alimentarmos e aprendermos, mas ainda assim queremos algo a mais. Algo que as vezes nem nós sabemos o que é.

E como resultado, o filho pródigo acabou no seu próprio deserto, que para ele foi o chiqueiro. Para Moisés foi um deserto. O seu pode ter sido muitas coisas diferentes. Mas todos temos que aprender de um jeito ou de outro.


Lc. 15.17 E, tornando em si, disse: Quantos servos de meu pai têm abundância de pão, e eu aqui pereço de fome! 18 Levantar-me-ei, e irei ter com meu pai, e dir-lhe-ei: Pai, pequei contra o céu e perante ti; 19 Já não sou digno de ser chamado teu filho; faze-me como um dos teus jornaleiros.

Apenas depois dele passar pelo deserto e cair em si, que ele entendeu que ela já tinha tudo que precisava. Não são as coisas que vão nos satisfazer, só Deus pode nos satisfazer. Depois que entendermos isso, vamos viver de uma forma mais leve e melhor.


Viva o que Deus tem para você! Aproveite tudo aquilo que O Senhor tem colocado em sua vida! Seja grato a Ele por todas as coisas que têm colocado diante de você, para que possa viver dias felizes nesta terra!






23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo